segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Meia Idade e Meia



Ela queria porque queria, a boneca. Pediu ao pai no Natal de 1960.

- Eu querooo...

- Quando arranjar dinheiro, lhe dou.

Agora, que ganhou, surrou o pai cego...

3 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Sonhos são perecíveis...

Angela disse...

Adorei! Ela devia ter se mantido tão eterna quanto a infeliz Barbie!

* hemisfério norte disse...

q bom estares neste espaço
bjs
a.