sábado, 21 de janeiro de 2012

Moira





O celular toca e anuncia o numero de minha casa. Com receio, atendo. Moro só. A voz sussurra em meu ouvido: vem! Estou à espera. Tens pouco tempo.

4 comentários:

Pedra do Sertão disse...

E nesse intervalo, o tempo não espera...vai logo!

Abraço,

Araceli

Silvio Vasconcellos disse...

Podemos ser ótimas companhias para nós mesmos.

Silvio Vasconcellos disse...

Podemos ser ótimas companhias para nós mesmos.

Angela disse...

De nada adianta não atender ou tentar retardar ao que as moiras decidem.