sábado, 25 de agosto de 2012

Comunhão






Louco pela mulher, não suportava afastar-se dela. Na missa, durante a consagração, ouviu a solução
- “Quem bebe meu sangue e come e minha carne, permanece em mim e eu nele”.
Um cálice de sangue e um assado ao dia e seriam um, para sempre!

3 comentários:

Thuan Carvalho disse...

Bela saída.

Meu conselho é que os fiéis evitem o frango ao molho pardo.

Angela disse...

Boa!

eucontista disse...

Canibalismo: hoje, encontrado nas melhores pastelarias...