quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

MATA



deep forest - google



Olhou pelo vidro da janela e disse: - mata! 
E ela matou a borboleta. 
- Não, droga! eu estava falando da mata.

escrito em 13-02-2013 - 

3 comentários:

Luiz Eurico disse...

A incompreensão pode mesmo matar.

Abç

~pi disse...

reflexo condicionado, Ângela...

abraço ~

J.R. Lima disse...

quantas vezes fazemos isso, todos os dias, em contextos diferentes e de modo mais sutil?