segunda-feira, 11 de maio de 2009

Todo dia é dia das mães


Na rua H, 51 havia cheiro de feijão.

Sentada na varanda, esperava por quem não ficou de vir.

Era mãe... Só isso já justificaria.

2 comentários:

Tiago F. Moralles disse...

Feijão de mãe é ímpar.

Cristiane disse...

Arroz com feijão de mãe é melhor que qualquer salmão em restaurante de luxo! Se for acompanhado de angú com caldinho de carne, hummm, melhor!