quarta-feira, 31 de março de 2010

Ciúme fraternal


Na segunda-feira acordei cedo e fui conferir o ninho.
Todos estavam sem as cabeças.
Meu irmão, o chocólatra assassino, tinha matado meus coelhinhos da Páscoa.

2 comentários:

Angela disse...

perverso e delicioso!

Silvio Vasconcellos disse...

Eu comeria as patas para que não fugissem.