segunda-feira, 3 de maio de 2010

Desvirtualizando-se


Encontraram-se num bar, depois do chat.
Ela Martíni, ele, cerveja.
Ela sorria, ele falava.
Ela falava, ele não ouvia.
"Que mulher!" - pensou ele.
"Que porre!" - disse ela antes pegar a bolsa e dar um ctrl+alt+del naquele encontro.

6 comentários:

Mariah disse...

será que estamos perdendo a prática em encontros reais?

Dalila.F disse...

Sílvio,amigo sumidão,vc continua um mestre nos seus mínimos! Esse ctrl+alt+del foi de uma criatividade 10!!!. "Escrever bem é dominar as metáforas",já disse Aristóteles.
Qdo vc aparece,hein,rapaz? Sei que está super-hiper ocupado,mas pode mandar um sinal de fumaça,pelo menos? Além das "esquinas",reabri há poucos dias o Desculpe-me,nao sou mau. To deixando o link,com pseudônimo e tudo. Preciso dos seus comentários e visitas e pitacos e broncas... Aff,sinto saudades suas,rapaz!
bjsss,
Lu
PS: está a maior confusão a minha programação de postagem aqui.Preciso de uma orientação sua. Repare que estou pulando uma data,enquanto vc está com duas semanas seguidas. Como faremos? To no aguardo,ok?

Angela disse...

Muito bom! Se vc fosse mulher seria suspeito. Sendo homem, perfeito!

PALAVRAS&POESIAS disse...

Muito bom Sílvio!

Paulo Pellegrini disse...

Olá, sou coordenador da Rádio Universidade de São Luís (MA) e gostaria de apresentar alguns destes minicontos no rádio. Citamos o autor e o endereço do blog. Temos permissão?
Entre em contato: Paulo Pellegrini (paulopel@bol.com.br)

Altamirando Macedo disse...

Silvio, muito criativa esta sua minimizada, ainda mais com o sucesso garantido pelo pellegrini.´
Vamos lá:
Ela certa com martini.
Ele errado com cerveja.
Homem que bebe cerveja não funga em pescoço de mulher que toma martini.
Um Ctrl+v para vinho. Aí sim! He, he.