sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Intenção avessa




A menina solitária e tímida, aniversariava. A mãe, ultra ocupada, produziu uma festa para animá-la. Tudo pronto, esperaram em vão pelos colegas. Os convites repousavam esquecidos no fundo da pasta executiva.

3 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Ângela, que dó dessa menina... Aqui em minha cidade, no ano passado um pai muito ocupado esqueceu o filho no carro em pleno verão. Não preciso contar o fim da história...

Angela disse...

Sim, Silvio, aqui no Rio também aconteceram alguns deste tipo. Falta foco e sentido na vida das pessoas que correm atrás de valores tão efêmeros!
Obrigada por seu apoio.

J.R. Lima disse...

passoas ocupadas sempre arranjam tempo.
pessoas ultraocupadas passam a vida esperando ter tempo para viver, em algum ponto no futuro.
pobre menina, pare que a solidão às vezes adquire solidez...