quarta-feira, 9 de junho de 2010

Estranho poder


Dois dias depois que minha diarista me deixou senti a dependência. Tento superar, mas ela me deixou sinais que me perseguem, uma porção de pó atrás do sofá, uma mancha no vidro da janela da sala.

4 comentários:

contagotas disse...

Que fazer?
Pedir que volte ou arregaçar as mangas.

PALAVRAS&POESIAS disse...

Tenho um amigo que casou com a diarista. :)

Silvio Vasconcellos disse...

Há pessoas que deixam marcas e não são publicitários.

djavan disse...

lindo esse