segunda-feira, 28 de junho de 2010

Prisma


- Me olhe nos olhos! - disse ela.

Não adiantou. Os dele escorregaram pelo decote. Tentou erguê-los, mas pesaram, imantados pelo peito aveludado que arfava prometendo enguli-lo.