segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Preso em si



Suas asas recolhidas não cabiam mais no paletó. Mesmo assim voltava de metrô e voava na imaginação.

2 comentários:

Angela disse...

Quanta beleza! asas na alma, pediste emprestadas?

LuCordeiro: disse...

O mais importante é usar as asas da imaginação.Nenhum paletó segura.
bjsss