segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Se viver verão



Nas noites que prenunciam o verão, em que o vento cansado se recusa a correr, senta-se na varanda procurando estrelas cadentes. Entretem-se entre o silêncio e as lembranças da infância à beira-mar, até que a brisa do passado lhe mande dormir.

3 comentários:

contagotas disse...

São brisas que passam carregando lembranças até ao sonho.

LuCordeiro: disse...

Procurar estrelas cadentes,já fiz isso.Mas só as vi qdo não as estava procurando.E mto raramente.A última que vi era linda,grande, e passou devagar,da esquerda para a direita,e sumiu no mar.No dia seguinte minha mãe,que já estava muito mal, morreu.Estranho não? Às vezes as brisas do passado se mesclam com as do presente e tornam a vida mais bonita e mágica.

. disse...

"Até que a lembrança do passado e o horizonte no futuro o tirem o sono.."
Ambos os textos, a imagem e sua legenda, ecaixam-se muito bem(: