domingo, 20 de março de 2011

tempo voraz



Há entre o homem e o tempo
Uma diferença voraz.
O homem não faz, mas diz.
O tempo não diz, mas faz.
O homem não traz, nem leva
mas o tempo leva e traz.
convidado de domingo:
O Moita

4 comentários:

jatobar disse...

Muito bem feito, na métrica na rima, nos trocadilhos e no conteúdo.

De fato, o que o homem diz e não faz é uma barbaridade. E de fato tamém, o homem, ao nascer, não traz nada e ao morrer não leva nada também.
já o tempo, por exemlo, leva a sua felicidade e, de repente traz de volta. hehehehe
É a primeira vez que venho aqui. Achei tri legal.

Guilherme

Raquel disse...

Muito interessante reflexão, mas para o bem e para o mal o homem continua influênciando e atuando de forma a encurtar (outros na vã tentativa de alongar) seu tempo na Terra...

Angela disse...

Muito bom poema, gostoso de ler e de verdade verdadeira! :D
A moita do moita é moita de que?

LuCordeiro, disse...

Finalmente!!! E como demorou para dizer e fazer.E fez mais que bem! Agora,vai ficar pra sempre e continuar a dizer,ou fazer,ou dizer e fazer...Enfim,coisa boa te ter aqui,amigo!