segunda-feira, 6 de junho de 2011

Inércia



Dentro da caverna, de costas para a entrada, via apenas a sombra projetada dos que caminhavam sob o sol.

Sequer se virava para saber como eram. Contentava-se com as sombras, mas se acreditava vivo.


2 comentários:

Angela disse...

Talvez estivesse recuperando forças...
Por vezes dá vontade de ficar longe deste mundo tão feio!

Roy disse...

Depois de um tempo a deriva, estas finalmente linkado em minha casa nova.

Acompanho sempre,

abrax

Roy

www.sumairracional.com.br