sábado, 11 de junho de 2011

O Acadêmico




Procurava palavras difíceis,fazia citações,usava jargão e frases complicadas. Assim, parecia estar no alto do saber. Mantendo distância, ninguém poderia perceber o quão inseguro e pobre se sentia.

3 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Além da solidão, amargava a sensação de ter noção do quanto ainda ignorava.

Angela disse...

Oi Silvio,
creio que este tipo que descrevi é arrogante e, portanto, não imagino que tenha a sabedoria de perceber sua limitação.

Mas o bom das histórias curtas é esta possibilidade de várias percepções distintas.
Obrigada pela sua.

LuCordeiro, disse...

Este é dos tais que faz da vida um palco.Mas,numa hora,a máscara cai.E,como todo arrogante,esconde bem escondida,uma grande insegurança.