quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Folhetim

Fonte: www

Em defesa da honra mordeu a orelha da amante.
O marido fugiu temendo por sua virilidade.

2 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Histórias paralelas que escapam das paredes dos quartos...

~pi disse...

telexok! :)