domingo, 2 de agosto de 2009



~



cloreto de sódio




deixou o gato doente à bailarina mestiça

uma escova dourada a maria,

a massagista senegalesa

e uma esguelha de sol ao arquitecto

holandês

] na despedida choraram juntos

[ todos-igual-mente

migalhas de sal-cristal

5 comentários:

~pi disse...

homenagem a gedeão

(...) "água quase tudo e cloreto de sódio"

[ a diferença foi que neste caso,
as lágrimas se misturaram...




~

pi&phi disse...

Com as minhas tambem se misturaron, por nao ter o meu suor um lugar onde ficar, por nao saber fazelo ainda querendo, lugar que quero, suor que preciso dar.

ENTREDENTES disse...

Cloreto-de-sol,
Gotejando a água que não vem.

Silvio Vasconcellos disse...

Despedidas sentidas não estão proporcionalmente ligadas às heranças deixadas.

~pi disse...

não estão, de modo algum, sílvio,

de modo algum,

[ ainda assim, sinto e misturo

misturo

até aos ossos,


[ obrigada por dizeres

o que precisa de ser mil vezes

reforçado, clarificado e bem,

bem-dito!!!





~