segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Sophie...



Depois do “Cuide-se”, a mágoa

que se fez raiva vomitada em palavras ao mundo

e se transformou em arte

vendida no atacado e no varejo.

4 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Por mais doce que seja, a poesia nasce nos extremos dos sentimentos humanos: ódio, paixão, euforia, agonia. Não há poesia que germine na aridez da indiferença.

* hemisfério norte disse...

há sempre quem ganhe com a desgraça alheia...

Babi M.S. disse...

Adorei....na havia como ela responder melhor!!!!!!!!!

Babi M.S. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.