terça-feira, 5 de janeiro de 2010

viúvas do mar


imagem google
.
sentada na duna mais alta, esperava que o mar lhe devolvesse o marido.
.

7 comentários:

madrugatta disse...

Muito forte.
Beijão

Mofina disse...

Mar salgado...

J.R. Lima disse...

poxa, que coisa... lindo isto. dos melhroes miniminimos que já li, de verade.

Transcrevo aqui, em homenagem humilde, um poema do meu blogue que escrevi há tempos:

***

aos olhos cansados
de tanto querer ver
lembrança
e esperança
já não bastam

Mariah disse...

devia ter ido na manhã do dia 1 de janeiro...até deus duvida o que volta de "lá"...

LuRJ disse...

Esse doeu! Excelente,amiga!
Bjs e feliz 2010!

rosamar disse...

Grande naufragio em Matosinhos
1 de Dezembro de 1947
--------------------------------
...O ambiente estava envolto num pesado e sinistro luto. As pessoas gritam sem se verem umas às outras, e correm, desnorteadas, de um lado para outro, sem objectivo definido.
Decorrido algum tempo chegam as fatídicas notícias: as 4 traineiras em dificuldade naufragaram. Em outras, homens caíram ao mar, desaparecendo para sempre.
Faleceram 152 tripulantes.
Pais, filhos, irmãos foram assim subtraídos à sua família, levando a dor e a desolação a centenas de lares humildes de pescadores, deixando 71 viúvas e 152 órfãos.
O luto instalou-se em Matosinhos, Espinho, Murtosa, Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

(alguns nem sequer foram devolvidos)

BAR DO BARDO disse...

Loura lusa, ó pá!