sábado, 19 de fevereiro de 2011

Desapego




Estava idosa e agora o mal de Parkinson se agravava.

Precisava tomar providências. Colocou um anúncio no jornal: Vende-se vibrador aposentado, mas com muita experiência.

4 comentários:

LuCordeiro, disse...

Pela carinha dela o negócio era bom mesmo! Pena se desfazer do que lhe era tão prazeiroso,por causa dos filhos que acham que "a mamãe" é um ser assexuado.E assim caminha,hipocritamente,a humanidade!
Mto bom,Ângela!

Silvio Vasconcellos disse...

Excelente! Incorporou o vibrador!

Angela disse...

Ih Gente,obrigada, mas... e se o Parkinson, de alguma forma substituiu o vibrador?
afinal aqueles tremores não deixam de ser um tipo de eletricidade própria! ;D

LuCordeiro, disse...

rsss... Esqueci dos tremores do Parkinson! Treme-treme... hum...é,substitui em parte.
PS:revendo,vi que digitei errado "prazeroso".O "i"fica por conta da Insatisfação com a venda do "amigo".
:-)