sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ausência



A festa era em sua homenagem. Conseguiu fazer-se presença absoluta. Não foi.

5 comentários:

heretico disse...

será por isso que ficou de gabardine vestida?

J.R. Lima disse...

missa de corpo ausente...

Angela disse...

Rodolfo, é mesmo por aí...
Já viu quando a morte chega como todos se lembram do falecido com tanto amor e louvor?!
A ausência chama mais atenção que a presença e a constância.

Angela disse...

herético,
talvez seja uma vestimenta boa para parecer ausente e não chamar a atenção...
Chamou a sua?

Agradeço a ambos pela leitura comentada. um abraço.

um Ar de disse...

Conheço alguém que tinha este hábito...
muitas vezes não ia às inaugurações das suas exposições.
Conheci-o numa dessas "ausências", noutro lugar.
:)
[Beijo...@]