sábado, 8 de novembro de 2008

No início era o mínimo *

.
ominimo
minim
ini
n
.
.
.
_____________________
* publicado originalmente nos
Ecos Diversos em 16.mai.2008

4 comentários:

Everaldo Ygor disse...

O "concreto" parece o mínimo...
Parece não parecer nada...
Mínimo...
Abraços

Bill Stein Husenbar disse...

O inicio é sempre assim.

Mas depois tudo se exalta e cresce.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Silvio Vasconcellos disse...

O "fading" representou-me uma introspecção a partir do mínimo, que ao perpetrar a mente se multiplica em pensamentos.

* hemisfério norte disse...

sempre tive inveja deste post

:)

bj
a.