quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Contrações


Que vontade de .
escrever belos
.
versos de.
amor.
..
Estou com tanto ódio.

2 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Ah, se todo ódio virasse poesia... Infelizmente as melhores poesias surgem no meio, entre o ódio e o amor.

Achei ótimo esse post, Priscila!!

J.R. Lima disse...

*rs* muito bom!

em meio ao ódio a vontade de não sentí-lo, o desconforto admitido.