segunda-feira, 20 de abril de 2009

Sem verbos


Sua irmã, a faca, a noite, a filha, o medo, o grito, o fim.
[penalizado pela morte estúpida de alguém, assinada com a filha, pela irmã insana]

5 comentários:

Leila Saads disse...

Um mundo insano, uma história insana. Daonde vem a matéria se não do mundano?

clanDestino. disse...

Humanos. Humanos.

D.

Everaldo Ygor disse...

A caminhada para a morte é rápida, mas para o fim é longa - passou antes por toda a família...

Cristiane disse...

Terrível esta história. Terrível tantas histórias. Humanas. Humanas????

LuCordeiro disse...

Terrível.E a insanidade anda solta,sorridente e muito à vontade,vitimando os próximos e os distantes e,nem sempre,com uma faca.
Beijos.