sábado, 6 de dezembro de 2008

incurável

Imagem daqui

Após centenas de exames, todos negativos, chegou à conclusão que a vida era sua doença terminal. Sem cura ou tratamento, um dia, morreu.

6 comentários:

*Raíssa disse...

Chegou a vez dele na lista.

~pi disse...

absolute woodiness!

( PERFECT!!! :)




~

luCordeiro disse...

Um gênio que sofre,incuravelmente,desastrosamente.Cria as próprias armadilhas,mas chegar à conclusão que "a vida era sua doença terminal" é fantástico!Mais Woody Allen,impossível.Adorei!

Silvio Vasconcellos disse...

E quem não tem seus dias woodianos?

* hemisfério norte disse...

adoro woody allen
parabéns pelo post
bj
a.

Anônimo disse...

tá demaissssssssssssss

abz

tiago