quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Saga de família I

Imagem: www


Nenhum prestou pra nada.
Talvez só Clara, a prostituta.

4 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Uns pra nada, outros pra todos... Valha-se da profissão mais antiga...

J.R. Lima disse...

HEHEhehehehehe, muito bom, isto!
Parabéns, ótimo post!

PALAVRAS&POESIAS disse...

Algumas famílias exigem que seus decendentes sigam a história! Para outras bastam que tenham alguma serventia.
Bjus e obrigada pelos comentários.

~pi disse...

nada de novo! :)