quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Pretexto



Fonte: www


Em certos momentos, só os fones de ouvido podem libertá-lo do mundo exterior.O interior domina-o completamente.

7 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Vou experimentar! Não na rua, nem no trânsito. Minhas liberdades são mais restritas.

Sabrina Sanfelice disse...

Eu sou (somos) música.Respiro, como, durmo, abraço, en(canto)-me.

Não existe melhor fuga, melhor caminho que leva a todos os mundos de uma só vez...

*Raíssa disse...

E eu adoro isso. :)

PALAVRAS&POESIAS disse...

Digo sempre, tudo que faço tem trilha sonora.
Bjus e obrigada pela leitura.
Tenho um convite:
http://www.veredas.art.br

janice diniz disse...

Nossa, como me sinto assim... tão tragada para o mundo interior como se fosse quase uma autista... e é tão bom...

Como é bom e lindo esse teu blogue também, tudo, os mínimos, a concepção visual, lindo, lindo.

Convido a conhecer meu humilde (novo) blogue, escrito a quatro mãos com outro amigo que escreve. Dá uma passadinha por lá quando puder:

http://duodrama.wordpress.com/

luCordeiro disse...

Esses fones nos puxam,mesmo,para dentro.E nos surpreendemos com saudades esquecidas.
Bjsss,querida.

~pi disse...

( vê-se, fios desses não

enganam

ninguém!...