segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Globalização


.

.

Dentro da burka negra que envolvia ser corpo, vagava nua por Amsterdam. A falsa muçulmana procurava amores para inspirar-lhe nas noites em que dançava em vitrines para sustentar sua família no Brasil.

3 comentários:

* hemisfério norte disse...

um mundo à parte, amsterdam e a sua red light.
adoro esta cidade.
bjs
a.

*Raíssa disse...

Cada um usa a 'máscara' que lhe convém. A da burka é boa...

Pedro disse...

E cada um vai se virando como pode...