quinta-feira, 14 de agosto de 2008

O Império do Silêncio

Le repas frugal, 1904, Pablo Picasso



Quando ele ameaçava eleger alguma Palavra, interrompi e disse: O quê? Que foi?
E imperou o Silêncio.

6 comentários:

J.R. Lima disse...

E o verbo se fez vácuo.
E o vácuo se fez luz.
E tudo era silêncio.

A palavra criou o silêncio, como algo criou o nada...

Ricardo Rayol disse...

mortal

Silvio Vasconcellos disse...

Às vezes, falam mais as palavras não ditas.

*Raíssa disse...

O silêncio fala mais que mil palavras...

Pedro disse...

E lá estava ela eleita indiretamente.

* hemisfério norte disse...

dizem que é de ouro
:)