terça-feira, 22 de abril de 2008

através de gabo

imagem do google

.

tinha acabado de ler o pequeno livro, quando um pobre lhe bateu à porta
- o quê?!?! não, não preciso, obrigada, já tenho.
foi para dentro e requentou o café.

.

8 comentários:

Goulart Gomes disse...

Coincidentemente terminei de ler esse livro no fim-de-semana! Ao invés de requentar o café, eu prefiriria cozinhar o maldito galo!

BABI SOLER disse...

Gabriel é fantástico e sempre diz muito com pouca palavras.
Boa semana!

Ricardo Rayol disse...

...

nj.marabuto disse...

lerei! instigado fiquei, imaginando transcrever a ironia promíscua de alguns dos nossos sentimentos.

Pedro disse...

Adoro Gabo. Esse ainda não li.

Múcio L Góes disse...

eu me gabo, qd digo que amo Gabito!

eu moro em Macondo.

:)

seguinte:

estamos na semana de convidados lá no blogde7. dai, vim convidar vc para postar na quinta, mreu dia. :)

aceitas?

muciogoes@uol.com.br

[]´s

Everaldo Ygor disse...

Tomando mais uma café, apreciando deliciosos fragmentos do Metre Gabriel Garcia Marques...
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

Chuvinha disse...

Quem não precisa foi justamente quem bateu na porta.