segunda-feira, 16 de junho de 2008

Além da fé


.
Catedral de Brasília - obra de Niemeyer
.
Quando decidiu que não acreditaria em Deus, livrou-se do medo da morte. Não seria punido por pensar diferente e faria da terra algo mais parecido com o paraíso.
.

6 comentários:

PALAVRAS&POESIAS disse...

Acreditar que não existe é uma forma de fé em outra realidade. Agora o paraíso.
Legal estarmos aqui no Minimínimos!
Abraço meu.
Ana Mello.

* hemisfério norte disse...

Não me assusta a morte, mas sim o sofrimento.
Mas tenho muita fé. Sou tão naïf que ainda acredito que um dia o mundo poderá ser diferente. Tenho fé nos actos da humanidade e nos seus esforços para uma melhor vida terrena.
Não me alongo.... :)
beijos
a.

Pedro disse...

Incrível como as pessoas têm medo da morte, né?

J.R. Lima disse...

Acreditar na existência exige tanta fé quanto acreditar na não-existência. Não há "provas" além da fé em nenhum dos sentidos. O problema é acreditar que "pensar diferente (dos outros) é pecado".
Enfim, como disse Sartre, "o inferno são os outros". Talvez o paraíso seja mesmo estar livre do (conceito de) pecado imposto pelos outros.

OPs, acho que divaguei. Bons textos fazem isso com a gente.

Vinícius Aguiar disse...

A crença em Deus é uma questão de fé, no entanto, não devemos temê-lo, e sim seguir Seus ensinamentos... e podemos fazer sim da terra um paraíso, acreditando ou não!

Ricardo Rayol disse...

que assim seja